sexta-feira, 18 de março de 2011

Amanhã teremos a maior Lua Cheia em 20 anos.

Atualização: O Clube de Astronomia Louis Cruls fará observação do fenomeno na sua sede, no IFF em Campos RJ, a partir das 18:00 hs.

Amanhã a Lua estará na menor distância da Terra dos últimos 18 anos. Por esse fato e por ela estar na fase Cheia o seu brilho será cerca de 30% maior e o seu diâmetro aparente 14% maior.
Por isso, jornais e revistas estão ligando esse fato com o terremoto no Japão. Astrologos estão a chamando de a SuperLua (termo cunhado pelo astrologo Richard Nolle).
É claro que essa ligaçao é uma grande bobagem, mas a observação da Lua no sabado vai ser interessante.
O melhor horário para a observação será logo após o por-do-sol, quando a Lua estará nascendo (a Leste), por volta das 18:00hs.
Veja as proximas SuperLuas no site do astrólogo Richard Nolle: (http://www.astropro.com/features/tables/cen21ce/suprmoon.html).
A reportagem (em inglês) na Sky & Telescope: (http://www.skyandtelescope.com/observing/home/118265299.html)
Abaixo reproduzi a reportagem da revista Veja sobre o assunto, as dicas de como fotografar a Lua (por Thiago R.) do EcoFoto e a reportagem do Estadão:

Veja: "SuperLua alimenta teoria apocalíptica na internet"
No dia 19 de março, os astrônomos calculam que a Lua estará a "apenas" 356.577 quilômetros da Terra, a maior aproximação desde 1992. O evento é conhecido como "superlua" e pode ser verificado a olho nu: o satélite natural surge maior e mais brilhante no céu. Para os astrônomos, é um evento menor e recorrente - houve superluas em 1955, 1974, 1992 e 2005. Mas, na internet, o fenômeno alimenta teorias apocalípticas: por causa da distância em relação ao nosso planeta, a força da gravidade do satélite natural poderia despertar vulcões, provocar terremotos e afetar o padrão climático da Terra.
A paranoia gira em torno do chamado "perigeu lunar". A Lua descreve em volta da Terra uma órbita elíptica - como um círculo achatado -, e assim a distância entre os astros varia. Perigeu é o ponto mais próximo da Terra. Apogeu é o mais distante. Nas teorias apocalípticas, o perigeu lunar foi responsável pelo tsunami de 2004, que devastou o Sudeste asiático, e o ciclone Tracy, que atingiu a Austrália em 1974.
Para astrônomos, a associação entre superluas e desastres naturais não passa de paranoia. "É possível que a Lua esteja um quilômetro ou dois mais perto da Terra do que um perigeu normal, mas isso é um evento extremamente insignificante", disse David Harland, historiador do espaço e escritor, ao jornal inglês Daily Mail. Pete Wheeler, pesquisador ;do Centro de Astronomia de Rádio da Austrália disse que "não haverá terremotos ou erupções - a menos que eles tenham que acontecer de qualquer forma".
Segundo o astrônomo australiano David Reneke, "com criatividade" qualquer desastre natural pode ser associado a corpos celestes. No passado, continua, algumas pessoas acreditavam que o alinhamento dos planetas poderia despedaçar o Sol. "A maré baixa será um pouco mais baixa e a alta um pouco mais alta", previu. "Só isso."

EcoFoto, por Tiago R. : "Dicas de como fotografar a Lua":
Diferente de blogs e sites que dão uma receita pronta (ISO, velocidade, abertura e uso do tripé) para fotografar a Lua, e que pode não dar certo de acordo com a luminosidade  em relação ao ponto em que a  Lua é observada, deixo as dicas:
- nada de modo Auto, P, A ou S! O correto é usar o M (manual);
- fotometria pontual (spot) no centro da Lua, compensando para um objeto luminoso;
- o ISO pode variar entre 200 ~ 800 dependendo do rendimento do sensor da sua câmera;
- abertura não precisa ser pequena, a Lua esta longe e não haverá aumento no DOF;
- velocidade quanto maior, melhor, menor o risco de tremer a foto;
- pode usar tripé (e deve se a velocidade for baixa) ou fazer na mão, desde que a velocidade permita;
-  a maior distância focal possível, pelo menos 300mm, mas se tiver 400, 500 ou mais melhor;
- se optar por abertura pequena e uso do tripé (baixa velocidade), utilize um controle remoto.


Estadão: "Super Lua aparecerá no céu neste sabado."
Neste sábado, 19, a lua poderá parecer maior para quem se propor a observá-la com cuidado. Isso porque ocorrerá o fenômeno perigeu lunar, no qual a lua se aproximará da Terra. O período de lua cheia contribui para que ela pareça 14% maior.
"Desta vez está coincidindo dela estar no ponto mais próximo à Terra e a fase de lua cheia e é isto que a torna a maior lua cheia dos últimos tempos", explica Paulo S. Bretones, professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
Além do tamanho, ela será 30% mais brilhante do que as luas que aparecem no apogeu, o ponto mais distante de sua órbita. De acordo com cientistas da Nasa, a lua fica cerca de 50 mil km mais próxima da Terra, mas ainda a uma distância de cerca de 356.577 km. A última vez que houve uma combinação de fatores do tipo foi em 1993.
Mas a observação a olho nu pode dar a impressão errada de que o fenômeno não ocorreu. "Rigorosamente, a olho nu, não dá para perceber esta diferença", avisa Bretones.
Um macete revelado por Geoff Chester, do Observatório Naval dos Estados Unidos, e publicado no site da Nasa, é olhar para a lua quando ela estiver próxima à linha do horizonte, isso porque vai ficar mais fácil perceber alguma diferença se o observador compará-la com árvores ou prédios próximos.

Fonte: 
Veja (http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/superlua-seria-capaz-de-provocar-desastres-naturais-na-terra) (9 março 2011);
Site EcoFoto (http://www.ecofoto.com.br/blog/2011/03/super-moon-a-maior-lua-dos-ultimos-20-anos/) (15 março 2011);
Estadão: (http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,super-lua-aparecera-no-ceu-neste-sabado-19,693889,0.htm) (18 de março)
Blog Princípios da Astronomia (http://principiosdaastronomia.blogspot.com/2011/03/19-de-marco-superlua.html) (12 março 2011); 
Blog O Astronomo (http://oastronomo.blogspot.com/2011/03/lua-grande.html).

Um comentário:

  1. Olá, Otávio!
    Acabei de comentar sobre esse evento, na postagem no blog da Tainá. Falei que em se tratando de uma Super Lua e ainda ser... Lua cheia, segundo certas crendices atribuída à força da Lua, então, cuidados redobrados devemos ter para: mulheres parindo mesmo não estando grávidas; cão de pelúcia correndo doido da silva; as águas dos oceanos indo de vez para o espaço; o aparecimento de uma multidão de super lobisomens no sertão e que o estoque mundial de comprimidos contra dor de cabeça e enxaquecas, vai ser pouco para a demanda! olha, só as marés um pouco aumentadas é o que de fato se confirma.
    Um abraço!!!!!

    ResponderExcluir