quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Abertura dos Jogos Paraolímpicos Londres 2012: astronomia, Hawking e bóson de Higgs

A Cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos de Londres 2012, realizada na quarta (dia 29), teve um grande componente: a Ciência!

Estiveram presentes cerca de 62 mil pessoas, entre elas o cientista Stephen Hawking e a Rainha Elizabeth II. Houve uma bela homenagem a cultura britânica, sua música, ciência, arte e literatura (foi feito um imenso olho, em alusão ao livro 'Senhor de Anéis')

A Era do Iluminismo (ou Era da Razão) foi o grande tema, e obviamente não pode faltar a ciência e as revolucionárias ideias científicas que assentam nessa mesma razão, de modo a “iluminar” o conhecimento humano.
A inspiração do conhecimento humano tem paralelo na inspiração que leva ao esforço dos atletas paralímpicos. Quer ver a cerimônia de abertura completa, então clique aqui!


Crédito: Geoffrey Robinson / Rex Features

Assim, 3 grandes eventos da ciência foram realçados:

Stephen Hawking, que está paralisado desde a sua juventude, com a Lua como pano de fundo, narrou enquanto uma esfera descia dos céus e posteriormente “explodia” para representar o Big Bang (com 600 dançarinos - ao som de Umbrella de Rihanna - de guarda-chuva na mão correndo na direção oposta ao Big Bang, de modo a representar a expansão do Universo).
Hawking disse: "Desde o início da civilização, as pessoas ansiavam por um entendimento da ordem subjacente do mundo - por que e como as coisas são, e por que existiam. Mas mesmo se encontrarmos a teoria completa de tudo, ela seria só um conjunto de regras e equações. (...) Nós vivemos em um universo regido por leis racionais que podemos descobrir e entender. Olhe para as estrelas e não para baixo, nos seus pés. Tente entender o que você vê e se pergunte sobre o que faz o universo existir. Seja curioso. "
Mais tarde, Isaac Newton foi homenageado, com maçãs flutuando pela arena – já que supostamente foi uma maçã a cair da árvore que o levou a pensar na Teoria da Gravidade.

Getty Images / David McNew

Depois, foi celebrada a recente descoberta do Bóson de Higgs. E até o CERN foi homenageado com dançarinos a colidir uns com os outros, para representar o LHC (Grande Colisor de Hádrons, equipamento que descobriu o bóson de Higgs).
Hawking disse: "O LHC (Grande Colisor de Hádrons) é a maior e mais complexa máquina do mundo, possivelmente do universo. A recente descoberta do que parece ser o bóson de Higgs vai mudar a nossa percepção do mundo, e abre a possibilidade de uma teoria de tudo. "


Fonte: AstroPT (com modificações)
Revista Exame

Nenhum comentário:

Postar um comentário