domingo, 26 de agosto de 2012

Em Campos, homenagem a Neil Armstrong e repercussão de sua morte ao redor do mundo

Segunda-feira (dia 27) e na terça-feira, a partir das 18h30min, o Clube de Astronomia Louis Cruls fará uma homenagem a Neil Armstrong, o 1º homem a pisar na Lua. Na segunda o evento será na Praça São Salvador, em Campos dos Goytacazes  e terá observação da Lua, por meio de telescópios. O astronauta Armstrong faleceu no sábado (dia 25), aos 82 anos, de complicações após uma cirurgia. Participe desse evento no Facebook clicando aqui.

Ontem, ao redor do mundo, várias pessoas prestaram homenagens a Armstrong. Dentre essas, separei alguns: o pronunciamento de Obama (presidente dos Estados Unidos), Buzz Aldrin e Michael Collins (companheiros de Armstrong na Apollo 11), Carol Armstrong (sua esposa), o astronauta brasileiro Marcos Pontes e Charles Bolden (administrador da NASA).
O presidente Obama disse, em comunicado oficial, que "Neil estava entre os maiores heróis americanos, não só deste tempo, mas de todos os tempos. O espírito desbravador de Armstrong continua vivo em todos os homens e mulheres que dedicaram suas vidas a explorar o desconhecido, incluindo aqueles que asseguram que chegaremos mais alto e iremos mais longe no espaço. Esse legado permanecerá, iluminado por um homem que nos mostrou o enorme poder de um pequeno passo. Quando ele e seu companheiro de missão decolaram a bordo do Apolo 11, em 1969, levaram as aspirações de uma Nação inteira. Decidiram mostrar ao mundo que o espírito americano vai além do que parece inimaginável, que com suficiente motivação e engenho tudo é possível. E quando Neil colocou pela primeira vez o pé na superfície da Lua nos deu uma conquista humana que jamais será esquecida".

Em comunicado, sua esposa Carol disse: Embora gostasse de manter sua privacidade, Neil sempre apreciou as expressões de boa fé de gente de todo o mundo. Se quiserem prestar homenagem a Neil, honrem seu exemplo de serviço, conquistas e modéstia - e, na próxima vez que saírem em uma noite clara e observarem a Lua no céu, pensem em Neil Armstrong e enviem suas saudações".

Já o companheiro de Armstrong, que foi o segundo homem a pisar na Lua, Buzz Aldrin (que em 2009 esteve em Campos) disse que "Virtualmente, o mundo inteiro viveu aquele dia memorável junto a nós. Eu sei que milhões de pessoas compartilham comigo o luto pela morte de um verdadeiro herói americano e o melhor piloto que já conheci, lamento não poder estar junto dele no 50º aniversário da aterrissagem na Lua (em 2019). Pela TV, o mundo inteiro fez essa memorável viagem conosco. E meu amigo Neil deu o pequeno passo, mas gigante salto, que mudou o mundo e que sempre será lembrado como um momento-chave na história humana. Toda vez que olho para a Lua, eu me recordo daquele momento, há mais de quatro décadas, quando me dei conta de que, mesmo embora estivéssemos tão longe da Terra como dois humanos nunca estiveram, nós não estávamos sós".
astronauta Michael Collins, piloto da Apollo 11 disse em comunicado: "Ele era o melhor e sentirei terrivelmente sua falta".

O administrador da NASA, Charles Bolden disse "Enquanto houver livros de história, Neil Armstrong estará neles, lembrado por dar o primeiro pequeno passo da humanidade em um mundo além do nosso. E quando entramos na próxima era de exploração espacial, seguimos sobre os ombros de Neil Armstrong. Lamentamos a perda de um amigo, de um companheiro astronauta e um verdadeiro herói americano".

O astronauta brasileiro Marcos Pontes disse: "Um dia muito triste... A partida do Neil veio como um momento inevitável para um homem; uma perda imensa para a humanidade. Me inspirou, assim como o fez com milhões de pessoas. Lamento a morte, mas tenho certeza que ele deixa um legado, que nunca será esquecido. Godspeed Neil. Obrigado pelo exemplo, professor!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário