quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Estudante de Campos vai participar de pesquisa astronômica no Chile

 Membro do Clube de Astronomia pesquisará no ESO.


Foi publicado hoje um artigo no jornal Ururau, de Campos, sobre a ida de Luís Fernando, um membro do Clube de Astronomia Louis Cruls para pesquisar no Observatório Paranal, do ESO (Observatório Europeu do Sul - no Chile). 
A rede Record também gravou uma reportagem sobre a viagem, mas não foi transmitida até a publicação deste post. Abaixo, o artigo no jornal:

Um sonho de garoto que aos poucos se torna realidade através de pesquisas e estudos. No dia 14 deste mês o estudante de Física Luiz Fernando Sodré, embarca para o Chile para mais uma etapa de observações no espaço.

Ele vai passar cerca de três semanas no Europen South Observatory (ESO) considerado um dos mais desenvolvidos pontos de pesquisa espacial do mundo. Veja notícia no site do IFF


"Lá é outro mundo. Imagina um país subdesenvolvido com equipamentos de primeiro mundo em pesquisas astronômicas. Vinte e dois países investiram neste campo lá. Esses locais de estudos são pontos geográficos escolhidos, um fica no Deserto do Atacama e outro na cidade de Paranal, que é para onde eu vou”, disse.


Luiz Fernando vai para o Chile a convite do astrônomo Michael West. Eles se conheceram em 2011 quando o estudante foi ao país e estreitou contato com pesquisadores da área.



“Desta vez vou dar apoio a uma pesquisa ligada a astronomia para tentar descobrir galáxias próximas a Quasar Dupla, a parte observacional. O Quasar é uma energia que existe desde o início do Universo”, informou.

O estudante do sexto período de Física da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) faz parte do Clube de Astronomia de Campos há três anos. Ele diz que a família sempre o apoiou.

“Me interessei pelo assunto quando estava na sétima série e minha família sempre me apoiou. Tudo isso que está acontecendo é muito bom porque além de ingressar neste ramo de pesquisa pretendo levar o assunto para meu doutorado, essa é a minha intenção”, ressaltou.


Em Campos, o Instituto Federal Fluminense (IFF) tem o Observatório Astronômico Jiri Vlcek, e lá os alunos desenvolvem uma série de estudos feitos com observações noturnas à atmosfera.

Para o presidente do Clube de Astronomia do município, Marcelo Souza, o Luiz Fernando é um jovem talento.

“Ele está participando por seus méritos, de um maravilhoso projeto. É motivo de orgulho para todos nós. Ele é um excelente estudante e tem se destacado nos projetos que participa”, comentou.


O professor falou ainda sobre a importância de um estudante de Campos participar de uma pesquisa internacional.

“Participar de um programa de pesquisa no ESO é o sonho de todas as pessoas que trabalham na área de Astronomia. O Luís, apesar de ainda ser muito jovem, já está tendo um início glorioso de carreira e terá um brilhante futuro”, finalizou.


Fonte: Ururau

Nenhum comentário:

Postar um comentário