segunda-feira, 10 de junho de 2013

Misteriosa chuva de meteoros pode ocorrer nesta madrugada

Evento acontece daqui a pouco 

Atualização: veja fotos da chuva AQUI
Daqui a algumas horas, o céu pode nos trazer uma bela e excepcional surpresa: uma misteriosa chuva de meteoros pode transformar essa madrugada num dia histórico para a astronomia. Segundo Peter Jenniskens, do SETI, "Se você não olhar naquela data, nunca saberá o que viu e o que perdeu". 

A história começa em 11 de junho de 1930, quando foi inesperadamente observada (notadamente em Maryland, Estados Unidos), por 30 minutos, a primeira e única aparição da chuva de meteoros chamada "Gama Delphinids". Nesse dia, a Lua estava quase cheia, e mesmo com o forte brilho lunar, foi observado um grande número de meteoros, e muitos brilhantes.
Os anos se passaram e não teve outra atividade, só raras aparições tênues. Mas, segundo cálculos recentes, os anos de 2013 e 2027 podem ser os melhores anos para repetir o desempenho de 1910.


Como observar
Os observadores localizados na América do Norte e do Sul estarão mais bem localizados para observar a possível chuva de meteoros. As aparições devem durar entre 30 minutos e 1 hora, e o número de meteoros é desconhecido. No Brasil, o fenômeno (segundo alguns cálculos) começará por volta das 5h da manhã (8h UT, como o Brasil é -3h de UT), mas dado o caráter excepcional, raro e desconhecido dessa chuva, recomenda-se observar o céu a partir das 3h. A recomendação é a seguinte: vá para um lugar escuro, leve um cadeira reclinável confortável e espere pelo menos 45 minutos para o olho se adaptar a escuridão. Depois olhe para o norte (veja a imagem abaixo).
E, como lembra Bill Cooke, da NASA, o fato da Lua não estar no céu facilitará a visualização desses meteoros. A velocidade dos possíveis meteoros dessa chuva é calculada em 57 km/seg, velocidade elevada para meteoros.

Algumas coisas fascinam nessa chuva. O fato dela não ser periódica e praticamente desconhecida é um deles. Mas, o que chama mais atenção é o fato do cometa que gerou esse rastro de poeira ainda ser desconhecido e que os meteoros observados em 1930 foram muito brilhantes!
Uma chuva de meteoros deve-se a passagem da Terra no rastro de poeira e gelo deixados por um cometa. Esses detritos que serão observados, deixados pelo cometa, atingem a atmosfera terrestre e são vaporizados devido ao atrito com o ar, e o que nós vemos é essa vaporização, popularmente chamada de "estrelas cadentes". E o nome dessas chuvas dizem de qual constelação esses meteoros emergem (o seu 'radiante').

A NASA disponibilizará em seu site um streaming de vídeo ao vivo, com uma câmera no Centro Espacial Marshall, no Alabama. E também recolherá fotos e vídeos no seu Flickr.

P.S: Esse artigo também foi postado na página Universo Racionalista.

Fonte: 
Earth Sky (10 de junho 2013, por Deborah Byrd)
NASA (por Janet Anderson)
24 Horas News (10 de junho 2013)
De Olho No Céu (10 de junho 2013, por Eduardo Baldaci)

5 comentários: