quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Astronauta brasileiro Marcos Pontes agora é embaixador da ONU

O astronauta brasileiro Marcos Pontes foi escolhido para ser o novo Embaixador da Boa Vontade da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Onudi). Ele foi escolhido para a posição durante a 14ª conferência geral do órgão, realizada nesta semana em Viena, capital da Áustria.
O diretor-geral da Onudi Kandeh Yumkella congratula o astronauta brasileiro Marcos Pontes, primeiro homem do país a ir para o espaço. (Foto: Onudi / Divulgação

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Jipe robô mais complexo da história é lançado a Marte: Curiosity!

O foguete não-tripulado Atlas V partiu do Cabo Canaveral, na Flórida, neste sábado (dia 26), inaugurando uma viagem de US$ 2,5 bilhões da Nasa em direção a Marte em busca de vida. Ele deve chegar em Marte por volta das 10h15min do dia 5 de agosto de 2012.
A missão MSL (Mars Science Laboratory), ou Curiosity é o veiculo mais avançado já projetado para explorar outro planeta, ele também é o maior dos robôs em Marte: do tamanho de um carro, o Curiosity é cinco vezes mais pesado que seus antecessores (Spirit e Opportunity). Ele chega a ser maior até que o jipe lunar que carregava dois astronautas nas missões norte-americanas Apollo, que exploraram a Lua na década de 1960 e 1970.
Infográfico IMPERDÍVEL do MSL no site da Veja. Leia aqui o artigo na Veja sobre o Curiosity.
Veja o homepage oficial da missão no site da NASA.
Segundo especialista da missão fracassada Beagle 2, a missão Curiosity é de alto risco.




quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Participação do IFF em projeto aeroespacial é tema de palestra na Semana da Engenharia

A 4ª Semana da Engenharia de Controle e Automação do IFF (Instituto Federal Fluminense) começou ontem em Campos dos Goytacazes. A palestra de abertura foi dada pelo prof. Cedric Salloto com o tema: "Rede Internacional de Nano-Satélites: A participação do IFF no QB50".
O QB50 é uma rede internacional de 50 CubeSats (satélites de pequeno porte em forma de cubo) criados para estudar a parte inferior da termosfera e sua reentrada na atmosfera. Um CubeSat têm até 1 Kg e (10x10x10 cm). Acesse aqui o homepage do projeto.
O IFF é a única instituição brasileira presente no projeto e até agora passou por todas as etapas de eliminação.
A programação completa da Semana ainda conta com palestras e mini-cursos sobre mecatrônica, petróleo, controle e automação.
Este blog já postou um artigo sobre a participação do IFF no QB50, sobre a ida do prof. Cedric Salloto para um workshop na Bélgica.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Descoberta carta que inocenta Hubble de roubar teoria da expansão de Lemaitre.

Uma carta achada nos arquivos da Real Sociedade Astronômica britânica pôs fim a acusações que vinham manchando o nome de um dos cientistas mais importantes da história.
O documento absolve Edwin Hubble (1889-1953) de ter tentado roubar do padre belga Georges Lemaître (1894-1966) o mérito por mostrar que o Universo está em expansão.
Hubble, americano mais conhecido por ter um telescópio espacial com seu nome, geralmente recebe o crédito pela descoberta, anunciada em 1929. Dois anos antes, porém, Lemaître chegara à mesma conclusão.
Pesquisadores sugeriam que a disputa por primazia tinha envolvido desonestidade por parte de Hubble, mas uma carta de Lemaître, descoberta pelo historiador e astrônomo Mario Livio, contraria essa ideia.
Hubble costuma ser citado como autor da descoberta porque seus cálculos lhe permitiram chegar à conclusão sem muita margem para dúvida.
O belga fora o primeiro a sugerir que o Cosmo estava se expandindo, mas sua estimativa da taxa de expansão era mais imprecisa. Antes de 1930, um não conhecia o trabalho do outro.
Uma hipótese que surgiu recentemente é a de que, depois disso, Hubble teria tentado atrapalhar a divulgação dos trabalhos de Lemaître. Uma aparente pista era uma tradução do estudo do padre feita para o inglês, em 1931, em que as partes mais importantes do trabalho haviam sido apagadas.
Leia aqui (em inglês) um artigo de David Block (da Universidade de Johannesburg - Africa do Sul) que discutia sobre esse assunto.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Termina missão simulada a Marte: Mars 500

Terminou nesta sexta-feira (4) a missão Mars500, uma parceria entre Rússia, China e a agência espacial europeia (ESA, na sigla em inglês) que faz por merecer o apelido de “Big Brother Marte”.
Durante mais de um ano, seis homens simularam uma viagem ao planeta vermelho, presos em uma "nave espacial" localizada em Moscou, na Rússia. Eles "voltaram à Terra" no início da manhã, no horário de Brasília.
Os seis homens, de diferentes nacionalidades, embarcaram em 3 de junho de 2010. Na "nave", eles só podiam tomar banho uma vez por semana, tinham diversas tarefas a cumprir e para falar com o mundo exterior tinham que respeitar o tempo que demora para uma mensagem de verdade ir da Terra até Marte – o que pode chegar a até meia hora.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Pela primeira vez China faz acoplagem de naves espaciais

O primeiro acoplamento espacial de duas naves espaciais chinesas, a Shenzhou 8 e a Tiangong 1, foi concluído com sucesso nesta quarta-feira (2) durante a órbita dos dois veículos não tripulados ao redor da Terra, segundo as imagens ao vivo exibidas pela emissora estatal chinesa 'CFTV'.
Os chineses planejam enviar outra missão tripulada (a 1ª foi em 2003) ao espaço ano que vem, construir uma estação espacial própria (já que os americanos não permitem a China participar da ISS) e começar uma exploração tripulada a Lua. Tudo isso até 2020.

Veja fotos no Estadão e saiba como o INPE, do Brasil ajudou essa acoplagem.