sexta-feira, 2 de março de 2012

A NASA aluga o Cabo Canaveral!

O Centro Espacial Kennedy, situado no Cabo Canaveral, e a partir do qual os Estados Unidos lançaram as 165 missões tripuladas da sua história espacial, está para arrendar. Em 2011, terminou o programa espacial e agora a NASA não sabe o que fazer com aquelas instalações.

No ano passado terminou o programa espacial e a NASA não conseguiu suportar os 17 mil funcionários do Centro Espacial Kennedy, que já foi o mais importante da agência espacial norte-americana.

O Congresso, controlado em parte pela oposição republicana, não aprovou os pedidos de financiamento de Barack Obama para transformar a estação espacial num centro de investigação público-privado para novas tecnologias, energia e espaço. E assim as enormes instalações que enviaram o ser humano ao espaço estão condenadas a apodrecer a menos que alguém decida usá-las.

Por isso a agência espacial norte-americana está para arrendamento. Entre outros activos, possui uma pista de aterragem com 5 quilómetros de comprimento e dois monstruosos veículos - cada um pesa 3700 toneladas -, hangares e uma torre de lançamento LC-39A. Trata-se do maior armazém do mundo: um retângulo de 160 metros de altura, 220 de comprimento e 170 de largura.

O problema é que o arrendamento não será fácil, exceto talvez para um qualquer filme de Hollywood que não queria contar com as técnicas digitais para os cenários.
O Centro Espacial Kennedy está inserido num local de grande beleza natural. O Cabo Canaveral é um vasto pântano onde as atividades da NASA e da vizinha Força Aérea não causaram qualquer impacto.

Conforme indicado pelos líderes do Centro, um dos objetivos desta iniciativa é que o lugar no futuro se torne uma base da qual as empresas de turismo espacial lançam suas naves.


Fonte: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário