terça-feira, 6 de novembro de 2012

Propostas de Obama e Romney para a exploração espacial

Acontece hoje nos Estados Unidos a eleição presidencial, e embora os assuntos mais discutidos entre o democrata Obama e o republicano Romney (que estão tecnicamente empatados) sejam a economia e o desemprego, para nós um assunto interessa: as propostas para a ciência.
No começo da campanha a Scientific American entrevistou os dois e perguntou sobre 14 assuntos relacionados a ciência e tecnologia. Escolhi para mostrar as respostas sobre "Espaço".
Numa disputa praticamente empatada, Obama foi melhor apresentar propostas para o futuro da exploração espacial americana. A tradução é de Thyelle Dias.


"Obama e Romney Enfrentam 14 questões de ciências"

Os Estados Unidos está atualmente em uma grande discussão sobre as nossas metas no espaço. O que se espera da exploração espacial e as metas para onde chegar no século 21, e que medidas o governo deve tomar para ajudar a alcançá-los?
(In English click here)


Barack Obama:

Temos a sorte de fazer parte de uma sociedade que pode ir além do nosso planeta e explorar fronteiras que só foram imaginadas pelos nossos antepassados. Estou empenhado em proteger estes investimentos críticos em ciência e tecnologia e buscar um sentido novo e ambicioso para a NASA, que estabelece as bases para um programa sustentável de exploração e inovação.

Nós estendemos a vida da Estação Espacial Internacional (ISS), encaminhando os esforços para promover a cooperação internacional no espaço, apoiando o crescimento da indústria da América do espaço comercial, e tendo em nossas prementes desafios científicos, enquanto continua o compromisso da nação para a exploração espacial humana, da ciência e programas de aeronáutica.

Investir em pesquisas sobre os avanços na tecnologia espacial, para expandir o nosso compromisso com um sistema de educação que prepara nossos alunos para realizações de espaço e de ciência, estou empenhado em reforçar a base para a próxima geração da América no voo espacial. Nenhum outro país pode combinar nossas capacidades de observação da Terra a partir do espaço. Na exploração espacial robótica, também, ninguém chega perto. E eu pretendo mantê-lo assim.

Dois anos atrás eu defini uma meta de enviar seres humanos ao espaço mais longe do que já foi - a um asteroide em 2025 e a Marte em 2030. Vamos continuar a operar a Estação Espacial pelo menos até 2020 e talvez além. Quando o nosso veículo tripulado de espaço profundo Orion tomar seu primeiro voo de teste em 2014, ele vai viajar mais longe no espaço do que qualquer espaçonave projetada para os seres humanos nos 40 anos desde que nossos astronautas voltaram da lua. Isso é progresso.
O desembarque recente do rover Curiosity da  NASA em Marte foi um momento de grande liderança para nossa nação e um sinal da força continuada de muitos programas da NASA em ciência, aeronáutica e voo espacial humano. É importante lembrar também que o investimento 2,5 bilhões dólares feito neste projeto não foi gasto em Marte, mas aqui mesmo na Terra, apoiando mais de 7000 postos de trabalho em pelo menos 31 estados.
Meu governo colocou um grande foco na melhoria da ciência e da educação tecnológica, engenharia e matemática. E este é o tipo de coisa que inspira as crianças de todo o país. Eles estão dizendo a seus pais e mães que querem ser parte de uma missão a Marte - talvez até mesmo a primeira pessoa a caminhar em Marte. Isso é inspirador.

Este trabalho emocionante nos levará a novas descobertas importantes e nos levará para destinos que nunca teríamos visitado.


Mitt Romney:

A missão do programa espacial dos EUA é estimular a inovação através da exploração dos céus, inspirar as futuras gerações, e proteger nossos cidadãos e aliados.

  • O espaço é crucial para a inovação tecnológica. Se queremos ter uma força de trabalho com formação científica e competente, deve demonstrar um compromisso de longo prazo com a busca de inovação e conhecimento. 
  • O espaço é crucial para a economia global. Da agricultura para o transporte aéreo, desde a gestão de recursos naturais para a gestão financeira, é quase impossível imaginar um mundo sem as capacidades espaciais que temos hoje. 
  • O espaço é crucial para a segurança nacional. Capacidades espaciais americanas e aliadas fornece uma fonte de vantagem estratégica para as funções militares e de inteligência que não tem paralelo. 
  • O espaço é crucial para a posição internacional dos Estados Unidos. Acesso independente ao espaço, o lançamento de satélites, e as viagens de cidadãos para o espaço continua a ser visto como principais realizações técnicas que transmitem não só o poder militar e econômico da América, mas também o poder de valores norte-americanos. O sucesso das empresas do setor privado para atingir estes objetivos abre um novo capítulo na liderança americana. 

América tem desfrutado de um meio século de liderança no espaço, mas agora esta liderança está acabando, apesar do trabalho duro da indústria americana e do pessoal do governo. O objetivo atual e os objetivos do programa espacial americano são difíceis de determinar. Com uma liderança clara, decisiva e firme, o espaço pode mais uma vez ser um motor da tecnologia e do comércio. Ele pode ajudar a fortalecer o espírito empreendedor dos Estados Unidos e da competitividade comercial, lançamento de novas indústrias e novas tecnologias, proteger nossos interesses de segurança e aumentar o nosso conhecimento. Reconstruindo NASA, restaurando a liderança dos EUA, e criar novas oportunidades para o espaço de comércio vai ser um trabalho difícil, mas vou me esforçar para reconstruir uma instituição digna de nossas aspirações e capaz, mais uma vez levando o mundo em direção a novas fronteiras. Vou reunir todas as partes interessadas - da NASA e outras agências civis, de toda a gama de instituições nacionais de segurança, a partir de nossas principais universidades, e de empresas comerciais - para definir metas, identificar missões, e definir o caminho a frente.
Focando NASA. A NASA forte e bem-sucedida não necessita de mais fundos, ela precisa de prioridades mais claras. Eu vou assegurar que a NASA tenha missões práticas e sustentáveis. Haverá um equilíbrio de ciência pragmática e prioritária com programas de exploração de inspiração e inovação.
Parceria internacional. Parte do trabalho de liderança é também envolver e trabalhar com nossos aliados e a comunidade internacional. Vou ser claro sobre os objetivos espaciais do país e convidar amigos e aliados para cooperar com os Estados Unidos para alcançar os objetivos mutuamente benéficos.
Fortalecimento da segurança. Capacidades espaciais de informação são o sistema nervoso central da segurança nacional dos EUA. Se a América quer permanecer forte como nação, os programas espaciais nacionais de segurança deve permanecer forte e sustentável. Estou comprometido com um programa espacial nacional de segurança e vou dirigir o desenvolvimento das capacidades de defesa e aumentar a resiliência dos recursos espaciais. Eu também irei dirigir o desenvolvimento de capacidades que vão dissuadir adversários que procuram danificar ou destruir as capacidades espaciais de os EUA e seus aliados.
Revitalização da Indústria. A indústria aeroespacial forte deve ser capaz de competir e ganhar negócios em mercados estrangeiros. Vou trabalhar para aliviar as limitações comerciais, conforme o caso, sobre as vendas externas de bens espaciais norte-americanos e vou trabalhar para ampliar o acesso a novos mercados.

Fonte: Scientific American

Nenhum comentário:

Postar um comentário