quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Soyuz TMA-20 é lançada rumo à ISS

A Rússia lançou a nave Soyuz às 22h09 no horário de Moscou (17h09 no de Brasília) da base de Baikonur, no Cazaquistão, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).
Lançamento da Soyuz TMA-20 (AP / NASA / Carla Cioffi)
A bordo estavam três cosmonautas --um russo, um italiano e uma americana. O foguete russo decolou na hora prevista, com um céu claro em Baikonur, e transmissão ao vivo pelo canal de TV Rossía 24.
Apenas nove minutos depois, a nave com o russo e comandante da nave Dmitri Kondratiev, a americana Catherine Coleman e o italiano Paolo Nespoli se separou do foguete para começar seu voo autônomo de dois dias rumo à ISS. O acoplamento da Soyuz à ISS está previsto para as 23h12 no horário local (18h12 de Brasília) de sexta-feira.
Este será o primeiro voo espacial de Kondratiev, 41, enquanto Catherine, que completa 50 anos nesta quarta-feira, já realizou duas viagens a bordo da nave Columbia em 1995 e 1999. Já Nespoli, 53, voou com a nave Discovery em 2007.

A partir da esq., a americana Catherine Coleman e o italiano Paolo Nespoli. (Dmitry Lovetsky/AP)
Nesta missão à ISS, onde permanecerá por 152 dias, a tripulação deverá realizar três caminhadas segundo o programa de voos russo.
Além disso, receberá e descarregará quatro cargueiros russos Progress e supervisionará o acoplamento do segundo veículo espacial europeu e da Soyuz TMA-21, assim como o retorno à Terra da Soyuz TMA-20.
A atual tripulação da plataforma orbital é integrada pelo americano Scott Kelly, em qualidade de comandante, e pelos engenheiros russos Aleksandr Kaleri e Oleg Skrípochka.
Em 26 de novembro, a nave Soyuz TMA-19, com o russo Fyodor Yurchikhin e os americanos Douglas Wheelock e Shannon Walker a bordo, aterrissou nas estepes do Cazaquistão (Veja a notícia no blog: http://daterraparaasestrelas.blogspot.com/2010/11/soyuz-tma-19-com-3-tripulantes-bordo.html).
A Estação Espacial Internacional (ISS em inglês) é um projeto de 16 países (inclusive o Brasil) e US$ 100 bilhões, que está sendo construído desde 1998 a uma altitude de 350km - 400 km. A Estação, composta principalmente por uma junção de módulos russos e norte-americanos, pode atualmente acomodar seis tripulantes.
Fonte: Reuters, Folha Online, G1 e o vídeo do site (http://www.vesti.ru/doc.html?id=414266)

Nenhum comentário:

Postar um comentário